Ponto de vista

Vira e mexe damos carona para algumas pessoas com deficiência visual, no final dos eventos com audiodescrição que terminam à noite. Geralmente são jovens: vão até as estações de metrô mais próximas, às avenidas mais bem servidas de ônibus e, normalmente, pegam duas conduções até chegar em casa. Vamos conversando sobre tudo pelo caminho, eles sempre presentes em filmes e peças com AD. Outros apenas pedem que os acompanhem, a pé mesmo, até o ponto de ônibus do outro lado de uma avenida, muitas vezes com pouca iluminação e vazio.

Alguém sempre pergunta: "Lucia, coitado, não é perigoso deixar um cego assim, sozinho"? "É, ué. Pra gente, que enxerga, também", respondo. Outro dia foi uma família em um evento ao ar livre, mãe, filha e neta, mãe idosa, filha cega, a neta uma criança. Elas se perderam do grupo com o qual estavam e não tinham a menor ideia de como chegar em casa, em um bairro distante. Mas estavam seguras e tranquilas. Duas integrantes da equipe foram pedir informação e deixá-las no ponto certo. "Ah, coitadas!", disseram algumas pessoas para quem contei o episódio. 

Nunca vi uma mesma palavra – coitado – ser tão repetidamente empregada quando se trata de pessoas com alguma deficiência, como uma espécie de mantra assistencialista, imagino logo aquelas bondosas senhoras ricas levando cestas cheias de alimento para os pobres ceguinhos desvalidos em suas casas ou promovendo elegantes bazares para arrecadação de fundos para eles, um pouco antes da missa…

Eu sei que nessas horas sempre lembro de um amigo, gente boa, que às sextas ia para o boteco na esquina do trabalho e depois de horas, pra lá da meia-noite, ia embora subindo a rua comprida, escura e vazia com sua bengala. Mas não ia sozinho não, coitado. Às vezes, carregava um ou outro amigo bêbado que enxergava e que ele deixava no ponto de ônibus antes de tomar o rumo de casa.

outrosolhares@terra.com.br

@outrosolharesAD

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s